Pantanal - Mato Grosso do Sul: Quando ir, Como Chegar e Melhores atrações

O Pantanal - Mato Grosso do Sul é um dos destinos mais visitados do estado brasileiro, juntamente com Bonito.

E isso não poderia ser diferente, uma vez que a experiência de conhecê-lo é a melhor oportunidade para ter maior contato com a natureza e estar na maior planície inundável existente no planeta. 

Todas as características e belezas fazem com que o cenário pantaneiro seja único, tendo algumas particularidades que todo turista deve saber antes de chegar o grande dia da viagem. 

turismo no pantanal - mato grosso do sul: quando ir, o que fazer e dicas essenciais para viajar

Pensando nisso, preparamos este conteúdo completo para te contar todas as curiosidades sobre o Pantanal. 

Acompanhe a leitura e confira!

Onde fica o Pantanal?

O Pantanal, maior planície inundável do planeta, é uma região localizada nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Por sua longa extensão, o Pantanal também abrange as regiões do Paraguai e Bolívia.

No entanto, o Mato Grosso do Sul concentra cerca de 65% de toda a região pantaneira, presente nos municípios de:

  • Miranda;
  • Anastácio;
  • Aquidauana;
  • Ladário;
  • Coxim (Pantanal Sul);
  • Corumbá.

Todo o Pantanal do Mato Grosso do Sul (e de outras regiões) apresenta paisagens distintas, compostas por brejos, rios, matas, corixos, campos secos e campos inundáveis.

Confira abaixo o mapa completo da região do Pantanal no Brasil:

Região Do Pantanal No Brasil

Regiões mais visitadas

Sendo um bioma de natureza selvagem e com rica biodiversidade, o Pantanal possui regiões de fácil e difícil acesso.

Em locais com bom nível de preservação ambiental, como Aquidauana, Miranda e Paraguai, a visitação turística costuma ser mais indicada.

Apesar disso, esses não são os únicos com grande popularidade entre a população.

Confira abaixo todas as regiões mais visitadas do Pantanal do Mato Grosso do Sul:

  • Rio Negro: a 168 km da capital, essa pequena cidade, que também recebe o título de Portal do Pantanal, abriga trilhas, cachoeiras e balneários;
  • Corumbá: a 426 km da capital, a cidade histórica faz fronteira com a Bolívia e é destino de diversos pescadores e adeptos ao ecoturismo;
  • Coxim: a 255 km da capital, consiste em mais de 400 ranchos de pesca, que compõem um dos maiores pólos ecoturísticos e culinários do Pantanal;
  • Anastácio/Aquidauana e Miranda: a 140 km e 208 km da capital, respectivamente, são destinos comuns para pescadores e aqueles que buscam o ecoturismo.

Como é o Pantanal (MS)?

O Pantanal - MS é o lugar perfeito para quem quer acordar ao som de araras e maritacas e presenciar um pôr do sol todo laranja, com direito a revoada de pássaros.

É a morada de onças, araras, capivaras, jacarés, lontras, tamanduás, tuiuiús e diversas outras espécies de animais que não conseguimos encontrar com facilidade ao redor do país (ou até do mundo). 

Ao todo, são cerca de 4.700 espécies diferentes de plantas e animais na mesma “casa”.

Esta cidade, que está carregada de herança natural e cultural, fica no Mato Grosso do Sul e concentra 65% de toda região pantaneira (dividida entre Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bolívia e Paraguai).

Uma de suas características mais marcantes é o fato de ser uma área inundável, ao mesmo tempo que tem paisagens com campos secos e matas. 

Além disso, o Pantanal do Mato Grosso do Sul também tem brejos, rios e corixos.

Por tudo isso, é considerado Patrimônio Natural Mundial pela Unesco, sendo o destino ideal para praticar ecoturismo, relaxar e conseguir se desligar completamente de toda correria da rotina!

Apenas ao saber disso, já deu para ficar com vontade de visitar o Pantanal? 

Para te ajudar, vamos falar mais profundamente sobre as divisões conhecidas como Pantanal Sul e Pantanal Norte.

Dessa forma, tornando suas decisões mais fáceis durante o planejamento da sua viagem para o Pantanal - MS.

Pantanal Norte

Começar um planejamento para visitar o Pantanal vai te exigir a definição do que é  mais interessante para você ao longo de uma viagem. 

Se quiser contemplar danças típicas, praticar pescaria e conseguir ficar perto de animais como jacarés, capivaras e algumas espécies de aves menos comuns, o mais certo é ir ao Pantanal Norte. 

Vale mencionar que o lado norte é marcado por chuvas entre dezembro e fevereiro, alagando primeiro que a região sul. 

Também é marcado por ambientes mais simples, serviços familiares e pratos caseiros. 

Em seus restaurantes, você poderá degustar diversos peixes, mas fique tranquilo (a) se essa não for sua preferência. Não é difícil encontrar carne bovina entre os pratos dos cardápios.

Pantanal Sul

No Pantanal Sul as águas já começam a subir no mês de maio, portanto, é nessa hora que os mergulhos e famosos passeios de canoagem pelos rios Negro, Paraguai e Aquidauana.

Por outro lado, há maior chance de conseguir pegar estradas secas e trafegáveis entre os meses de Julho e Setembro. 

Nesse lado da cidade você tem mais chances de provar receitas pantaneiras, as quais são oferecidas tanto em restaurantes locais quanto nas hospedagens que fazem day use incluindo almoço.

Semelhanças entre essas regiões

Tanto no Pantanal Norte quanto no Pantanal Sul o clima é quente e úmido durante o ano, mas costuma esfriar consideravelmente nas noites de inverno. 

Entre os meses de maio a outubro, o cenário pantaneiro tende a ter mudanças drásticas por toda sua extensão e podem surgir até ilhas de areia.

Por que vale a pena conhecer o Pantanal?

Se você está lendo o conteúdo desde o início, com certeza já tem motivos suficientes para conhecer os Passeios no Pantanal. Mas, mesmo assim, vamos reforçar porque vale a pena colocar esse paraíso natural no topo da sua lista de viagens.

O pantanal oferece atividades turísticas que proporcionam a vivência de um  conjunto (o que inclui elementos do patrimônio histórico, eventos culturais, atividades recreativas e programas de ecoturismo etc).

Tudo isso para dizer que essa cidade é rica em todos os sentidos e só visitando você vai saber qual é o valor de conhecê-la.

Qual a melhor época para conhecer o Pantanal?

Definir qual é a melhor época para conhecer o Pantanal - MS vai depender muito do que você deseja fazer ao visitá-lo. 

Por isso, vamos descrever o que você pode encontrar ao longo dos meses, e assim será mais fácil de identificar quando você deve viajar para o Pantanal.

Acompanhe as informações abaixo:

Janeiro/Fevereiro

Nos primeiros meses do ano temos o período das cheias no Pantanal - MS. 

E é por esse motivo que os passeios de barco são o ponto alto do momento para conseguir contemplar toda a flora do local.

Além disso, o período oferece uma ótima oportunidade para conhecer as belas paisagens do Pantanal - Mato Grosso do Sul por outro ângulo. 

Março/Abril

Ainda são meses que passam pelo período das cheias, mas marcam a chegada das aves no Pantanal - MS. 

Nesses meses, o clima quente predomina até o fim do dia (mesmo com as chuvas). 

Vale a pena dizer que os dias são mais longos e se tornam mais propícios para quem deseja ver plantas aquáticas e belas paisagens.

O período também é favorável se você tem a intenção de ver animais mamíferos pessoalmente.

Maio/Junho/Julho

O meio do ano é o período da vazante (que, basicamente, é transição da “cheia” para a “seca”). 

Nessa época, também é possível ver muitas aves pelo ceú pantaneiro, além de ter encontros com pequenos jacarés e outros répteis. 

Para viajar para o Pantanal - MS entre maio e julho, você vai precisar se preparar para dias secos e noites mais frias.

Agosto/Setembro

Podemos dizer que o 8º e 9º mês do ano são privilegiados pela “novidade de vida”, já que é o período que nascem muitos filhotes nos ninhais e muitos répteis são vistos no Pantanal - Mato Grosso do Sul. 

Também tem o diferencial dos ipês mais cheios (com flores de cores lilás e rosa) e de rios bem mais secos com muitos peixes - o que faz com que seja o melhor período para pesca. 

Apesar de ter bruscas mudanças de temperatura, a época não é de muitas chuvas, o que mantém a vegetação da região seca.

Outubro/Novembro/Dezembro

O último trimestre do ano no Pantanal - MS é o período em que as aves saem do ninhal.

Por isso, não é difícil avistar concentração de pequenas aves sobrevoando a região. 

Como é de se esperar, o clima continua bem quente! 

Por consequência, os rios e a vegetação do Pantanal estão mais secos do que no meio do ano. 

Ao invés de ipês, o destaque das flores vai para os aguapés.

Como ir para o Pantanal - Mato Grosso do Sul?

Se você for ao Pantanal do Mato Grosso, é importante ter em mente que será preciso descer em Cuiabá! 

Mas não se engane: para ir ao Pantanal do Mato Grosso do Sul, antes você vai precisar ir por Campo Grande. 

Depois de desembarcar, vai precisar dirigir até Corumbá e, finalmente, ter acesso ao Pantanal.

Passeios no Pantanal: conheça as melhores atrações

Como já mencionamos anteriormente, existem várias e diferentes opções de atrativos no Pantanal MS. 

Aqui vão algumas das nossas sugestões:

Pousadas com atividades pantaneiras

Para te ajudar a fazer reservas em pousadas com presença de fauna e flora, passeios de cavalo, pesca esportiva e pratos típicos (e por que não uma roda de viola?), um bom agente de viagens pode ser fundamental.

Geralmente, essas são atividades que costumam ser bastante solicitadas, já que não são encontradas com tanta frequência em outras pousadas fora do Pantanal. 

Passeios de chalana 

A chalana é um tipo de embarcação com fundo plano e cabinas para os passageiros. 

É uma atividade rural, e permite o contato com as pessoas que levam uma vida no campo.

Em um passeio de chalana, você também tem a oportunidade de conhecer fazendas turísticas que oferecem diversos atrativos ecológicos pelos rios da região.

Pescaria

Sem dúvidas, quem ama uma boa pescaria precisa conhecer os rios pantaneiros.

Afinal de contas, eles abrigam as mais diferentes espécies de peixes, sem falar na experiência local.

Observação de aves

Como deu para perceber, observar aves é algo bem rotineiro no Pantanal, já que é um espetáculo natural que toma conta do bioma. 

Inclusive, o símbolo do Pantanal é um tuiuiú. 

Este lugar também permite avisar araras, tucanos e papagaios com maior frequência (que são  vistos até fazendo ninhos).

Focagem Noturna

Os aventureiros de plantão não podem deixar de conhecer os safáris noturnos do Pantanal.

Esse passeio, que tem aproximadamente duas horas de duração, permite encontros e a observação de animais que não são vistos em qualquer lugar (como lobinhos, antas, jaguatiricas, corujas, jacarés e até onças pintadas). 

As visitas acontecem em carros especiais, com bancos ao ar livre e alturas alternadas. 

Também são equipados com lanternas para que os turistas consigam achar os animais ao focar a luz na mata nativa, sem refletir a luz diretamente nos olhos dos animais.

Passeios a cavalo

Uma ótima dica de passeio ao visitar o Pantanal do Mato Grosso do Sul são as cavalgadas.

Elas são excelentes oportunidades para quem deseja ter uma experiência de completa imersão no cotidiano rural da população local.

E o melhor de tudo: na companhia de animais grandes, fortes e dóceis como os cavalos.

Entre as principais opções de passeio a cavalo no Pantanal - MS, estão:

  • Fazenda Hi-Fish: Rodovia Br 262, Km 542, Zona Rural, Trevo Do Agachi + 4 Km A Direita, Miranda - MS;
  • Pousada Pequi: Estrada Rural MS 171 40 KM, Aquidauana - MS;
  • Pousada Aguapé: Fazenda São José Zona Rural, Aquidauana - MS;
  • Fazenda San Francisco: BR-262, Miranda - MS, 79380-000;

Passeio de canoa

Ao escolher fazer um passeio de canoa no Pantanal - MS, as chances de você ser surpreendido pela diversa vida selvagem à beira do rio é bastante alta.

Na verdade, se o trajeto for feito nas primeiras horas da manhã ou no final da tarde, o contato direto com a vida do Pantanal é quase garantido.

As canoas usadas para o passeio nos rios do Pantanal são do tipo canadense, um modelo com fácil condução e que pode ter de 2 a 4 lugares.

Trilhas

Para os viajantes ainda mais aventureiros, as principais opções de trilhas no Pantanal do Mato Grosso do Sul ficam em Aquidauana. São elas:

  • Morro do Paxixi: também conhecida como Trilha Pôr do Sol do Paxixi, tem acesso pela Estrada Parque de Piraputanga e pode ser feita de moto, a pé ou de bike. 
  • Trilha dos Mirantes: localizada na Chácara dos Mirantes, uma propriedade rural do distrito de Piraputanga, possui 2,8 km de comprimento, trilhas secundárias, sítio arqueológico e trilha com acesso a quatro mirantes. 

Passeio de barco

Em alguns casos, os passeios de barco no Pantanal proporcionam banhos nas águas de rios e até uma pausa para fazer um delicioso picnic em uma das praias de água doce. 

Se quiser fazer esse tipo de passeio, a melhor época de visita é a de cheia (entre junho e agosto).

Passeio de trem em viagem Pantanal

Uma ótima alternativa para contemplar animais como araras e outras espécies nativas da região pantaneira. 

O trem sai de Campo Grande e para em Miranda, mas antes faz uma parada em Aquidauana para o almoço.

Passeios para fazer de graça no Pantanal

Quem está com o orçamento mais limitado e tem a oportunidade de visitar o Pantanal MS também pode aproveitar muito a viagem. 

Confira, a seguir, opções de alguns dos melhores passeios do Pantanal que você pode fazer sem gastar nada:

  • Casa de Cultura Luiz de Albuquerque;
  • Casario do Porto;
  • Cristo Rei do Pantanal;
  • Estrada Parque do Pantanal;
  • Forte Coimbra;
  • Igreja Nossa Senhora Imaculada Conceição;
  • Marco do Jaurú;
  • Monumento Pantanal Sul;
  • Morro dos mirantes;
  • Museu de história do pantanal;
  • Praia do Daveron.

Comidas típicas do Pantanal

Você sabia que existem mais de 250 espécies de peixes nas águas pantaneiras, mas o número de peixes consumidos não passa de dez?

Apesar disso, não se preocupe: os pratos com peixes são bem comuns no Pantanal!

Nos cardápios, você vai encontrar principalmente o pintado, que tem a carne mais saborosa e pode ser servido grelhado, em filés, no espeto ou na mojica.

Também não é difícil conseguir tomar um ensopado com cubos de peixe e mandioca cozida. 

Outras opções de pratos saborosos são os servidos com pacu, que tem carne gordurosa e espinhas. 

Inclusive, uma das receitas mais pedidas no Pantanal do Mato Grosso do Sul é a costela frita de pacu (conhecida regionalmente como ventrecha).

Já a piraputanga, popularmente chamada de pera, é mais uma espécie que se diferencia e tem destaque porque sua carne fica avermelhada quando é cozida. 

Ainda tem os peixes considerados menos nobres na culinária pantaneira, que são peixes mais difíceis de encontrar, como o curimbatá. 

Não podemos finalizar sem falar de um dos sabores mais incomuns do menu pantaneiro, que é o caldo de piranha. 

É importante lembrar que, se for visitar o Pantanal do Mato Grosso do Sul em época de piracema (que acontece entre dezembro e fevereiro), a pesca é proibida. 

Para continuar servindo os pratos típicos do Pantanal - MS, os restaurantes oferecem apenas opções com pescados congelados ou criados em cativeiro particular. 

Indicação de restaurantes para comer

Precisando de indicações de restaurantes para comer no Pantanal do Mato Grosso do Sul? Não precisa se preocupar!

Ao chegar na região do Pantanal do Mato Grosso do Sul, não irão faltar opções de restaurantes com culinária típica de alta qualidade.

Confira abaixo nossas principais recomendações:

Restaurante Pantanal Grill

Situado próximo ao Hotel Paraíso das Águas, em Bonito MS, o Restaurante Pantanal Grill é referência no quesito gastronomia mato-grossense.

Apesar da sofisticação, ele tem um preço justo e cardápio bastante variado, com opções de Carne de Jacaré, Caldinho de Piranha, Carne Vermelha e Saladas variadas.

O espaço é dividido em dois ambientes climatizados e fica localizado bem no centro da cidade, na Rua Pilad Rebuá, 1808.

Restaurante e Peixaria Amarelinho

Situado em Anastácio, o Restaurante Amarelinho é uma ótima opção para quem busca um rodízio de peixe bastante diversificado.

É possível encontrar no cardápio opções como: caldo de piranha, pirão, peixe frito, peixe à milanesa, costela de pacu, costela de dourado e muitos outros pratos típicos com peixes frescos pescados na região.

Se quiser visitar e comer bem pagando pouco, basta ir até o endereço: Praça das Nações, 198 - Setor, Anastácio - MS.

Restaurante Rodeio

Situado em Corumbá MS, o Restaurante Rodeio possui um dos melhores buffets de comida regional no Pantanal.

Com ambiente agradável e climatizado, ele oferece opções de pratos quentes, saladas e sobremesas caseiras no almoço, e de pratos à la carte no jantar.

Deu vontade de visitar? Então vá até a Rua Treze de Junho, 760 - Centro, Corumbá - MS.

Casa do João

Um dos melhores restaurantes de Bonito MS, a Casa do João é um “point” garantido para os artistas que visitam a capital do ecoturismo, como: Nando Reis, Camila Pitanga e Lulu Santos.

O restaurante fica na Rua Nelson Felício dos Santos, 664, a apenas uma quadra do centro de Bonito.

No cardápio, há opções que vão do Mojito à Moqueca de Pintado, todas elas super bem apresentadas e com preço um pouco salgado.

Quantos dias ficar no Pantanal MS?

Para fazer todos os passeios de um roteiro bem completo no Pantanal, você precisa ficar no local entre 3 e 5 dias. 

No entanto, esse período de tempo pode mudar de acordo com o  seu ritmo de viagem. 

É por isso que recomendamos a procura por uma agência de viagens que possa te ajudar a encontrar os passeios ideais no tempo mais adequado às suas preferências.

Roteiro base

Primeiro dia: faça uma pescaria artesanal (o que é muito comum na região), passeios de canoa ou barco e já aproveite para matar a curiosidade de fazer uma focagem noturna.

Caso você não saiba, a focagem noturna é como um tipo de safari, só que realizado à noite, quando os bichos saem em busca de alimento.

Segundo dia: conheça um safári pela região (mesmo se tiver feito a focagem noturna) e faça trilhas com paradas para captar cada detalhe possível.

Aproveite para escolher uma atividade de ecoturismo mais radical para fechar o dia.

Terceiro dia: o passeio de trem ou uma visita ao centro cultural do Pantanal podem ser super interessantes para fazer ao longo do seu último dia na região pantaneira.

Se já for voltar para casa nesse mesmo dia, opte por atividades menos cansativas.

Quanto custa viajar para o Pantanal?

Não há uma resposta definitiva e direta para essa pergunta, porque os valores podem variar de acordo vários fatores da visita, como por exemplo: 

  • Lugar que escolheu se hospedar;
  • Meio de deslocamento entre os programas do seu roteiro;
  • Atividades escolhidas;
  • Duração da viagem;
  • Período do ano escolhido.

Sendo assim, é possível dizer que viajar para o Pantanal atualmente, com tudo que se tem direito (contando até com imprevistos) pode custar entre R$ 3.000,00 e R$ 6.000,00 por pessoa.

Onde fazer compras?

O Pantanal do Mato Grosso do Sul também oferece opções para quem adora um comércio e deseja levar para casa um pouco da região.

Confira abaixo mais informações sobre os principais comércios do Pantanal:

Centro de Cultura Terena

Localizado na BR-262, km 558 (Trevo de Miranda), o Centro Referencial da Cultura Terena é repleto de obras artesanais, como potes e panelas de barro.

Lá, você também encontra esculturas de animais do Pantanal feitas de argila e madeira e cestarias com palha de taboa, banana e milho.

As peças são produzidas por índios da etnia Terena, assentados na região.

O estabelecimento funciona de segunda a sexta, das 7h às 18h, e aos sábados e domingos, das 8h às 18h.

Casa do Artesão

Referência para a arte no estado do Mato Grosso do Sul, a Casa do Artesão possui mais de 700 artesãos expondo e comercializando seus artesanatos.

No local, existe uma imensa variedade de peças, produzidas com matérias-primas como: argila, massa de modelar (biscuit), fibras, madeira, cerâmica e vidro.

Em geral, os preços dos artesanatos vendidos na Casa do Artesão variam de R$1,20 até R$520,00.

O estabelecimento está situado em um dos pontos mais movimentados de Campo Grande, a Avenida Calógeras, 2050, MS.

Funcionando de segunda a sábado, a Casa do Artesão fica aberta das 8:30h às 17:30h.

Onde se hospedar?

Além de aproveitar as diversas opções de lazer e provar diversos pratos típicos da região mato-grossense, é importante se planejar para a hora do descanso, não é mesmo?

Se você quiser se hospedar próximo ao Pantanal do MS, nós podemos te indicar as melhores e mais bem avaliadas pousadas pantaneiras, como:

  • Pousada Pequi;
  • Pousada Xaraés
  • Pousada Aguapé;
  • Fazenda San Francisco;
  • Pousada Xaraés;
  • Pousada & Camping Santa Clara
  • Pousada Amolar;
  • Refúgio Ecológico Caiman;
  • Fazenda Hi Fish;
  • Pantanal Jungle Lodge.

No entanto, se sua intenção é se hospedar próximo ao centro de Bonito MS, confira aqui as principais opções de hotéis e pousadas disponíveis na região.

Agência de viagem com pacotes para o Pantanal

Por ser uma região que mantém a preservação da natureza e tem características muito particulares, as reservas de hospedagem e passeios devem ser feitas por agências com consultores especialistas - como a Acqua Viagens!

Está decidido (a)? Vai finalmente fechar um pacote de viagem para o Pantanal? Então, é só procurar nossa equipe!

Temos toda a experiência e estrutura necessária para oferecer uma viagem inesquecível ao Pantanal.

Além de prezar por respeitar as leis e tradições locais, podemos recomendar programações de acordo com as suas preferências, ao ponto de superar suas expectativas ao longo dos passeios.

Disponibilizamos todo suporte para evitar qualquer problema ou para te ajudar a resolvê-lo, caso aconteça.

Ou seja, faça uma viagem ao Pantanal sem preocupações. Escolha a Acqua Viagens!

Curiosidades sobre o Pantanal

Pensa que acabou? Ainda temos mais algumas informações super importantes que você precisa ter acesso antes de conhecer o Pantanal MS.

Se quiser fazer a viagem perfeita, você não pode deixar de conferir!

É preciso se vacinar para visitar o Pantanal MS?

É aconselhado que todos os turistas em fase de preparação para conhecer o Pantanal procurem se vacinar contra a febre amarela (ao menos 10 dias antes da viagem).

Essa vacina é fornecida gratuitamente pela Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde. 

Você pode tomá-la até mesmo nos Aeroportos ou Rodoviárias, além dos  postos de vacinação, apesar de não ser exigida nos atrativos.

O que você não pode deixar de trazer para o Pantanal?

Uma lista completa de itens para essa viagem inclui:

  • Protetor solar;
  • Repelente;
  • Máquina fotográfica;
  • Mochilas (de preferência pequenas);
  • Binóculos;
  • Capa de chuva;
  • Calças compridas (que são mais propícias para passeios a cavalo);
  • Chapéus ou bonés;
  • Botas ou tênis;
  • Roupas confortáveis para trilhas;
  • Agasalhos (para não sofrer com as possíveis variações de temperatura).

Qual a temperatura predominante no Pantanal?

Como mencionamos, devemos dizer que as temperaturas podem chegar até 30ºC no verão e cair até 10°C no inverno.

Portanto, fazendo com que as estações do ano sejam bem definidas no Pantanal do Mato Grosso do Sul: verões bem quentes e invernos muito frios.

Por curiosidade, vale frisar que o clima típico do Pantanal é tropical semi-úmido.

Afinal, por que vale a pena conhecer o Pantanal?

Se você está lendo o conteúdo desde o início, com certeza já tem motivos suficientes para conhecer os Passeios no Pantanal

Mas, mesmo assim, vamos reforçar porque vale a pena colocar esse paraíso natural no topo da sua lista de viagens.

O pantanal oferece atividades turísticas que proporcionam a vivência de um  conjunto (o que inclui elementos do patrimônio histórico, eventos culturais, atividades recreativas e programas de ecoturismo etc).

Tudo isso para dizer que essa cidade é rica em todos os sentidos, e só visitando-a você vai saber qual é o real valor de conhecê-la.

O que você achou das nossas dicas?

Conseguiu entender tudo até aqui? Então queremos te agradecer pelo seu interesse em nosso conteúdo. 

Se precisar de mais alguma ajuda para planejar a melhor viagem da sua vida, conte com a Acqua Viagens!

Entre em contato com a agência de viagens que pode esclarecer todas as suas dúvidas sobre o Pantanal do Mato Grosso do Sul e programar o roteiro ideal para você!
 

Indique para um amigo:

Preencha e receba em seu email o descritivo de todos os passeios de Bonito

Procurando informações sobre Bonito MS?

Podemos enviar gratuitamente para você um e-book exclusivo com dicas, passeios e valores! É só deixar seus dados aqui 👇

Usamos Cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.
Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele.

Leia mais