Turismo de Bonito e como preservar ainda mais!

Entre em contato

Descubra os conceitos do turismo de Bonito e entenda como preservar ainda mais!

​O medo, a insegurança e as incertezas provocadas pela pandemia causaram profundas mudanças no comportamento das pessoas.

Turismo de Bonito - Como preservar ainda mais!

No turismo não foi diferente! isso fica cada dia mais evidente com o crescimento da procura por destinos junto à natureza, com forte apelo ambiental e práticas sustentáveis.

Outro fator cada vez mais em alta é a preocupação com um modo de vida mais saudável, ou que obedeça protocolos de biossegurança e esteja comprometido com questões sanitárias.

Para atender a esse público, que é naturalmente exigente, lugares como Bonito, Fernando de Noronha, Jalapão e Chapada Diamantina estão se especializando em pacotes de viagens que reforçam esses conceitos há muito estabelecidos nesses locais.

1. Conceitos para vivenciar em Bonito

  • Respeito à Natureza
  • Sustentabilidade
  • Turismo de Aventura com Segurança
  • Ecoturismo

O turismo responsável, o turismo de aventura, o turismo sustentável e o ecoturismo em Bonito se fundem e transformam imediatamente em turismo de felicidade quando podemos experimentá-los através dos passeios de Bonito! 

Porém, esquecer conceitos turísticos como esses que envolvem destinos da categoria de Bonito obviamente é muito fácil, principalmente se você estiver em estado de êxtase durante a viagem!

Não é raro que isso aconteça quando você chegar em lugares como a Praia da Figueira ou quando desfrutar de mergulho refrescante no Rio Formoso.

Afinal o que não por aqui são boas opções de passeios em Bonito!

Flutuação de Nascente - Bonito MS - Acqua Viagens

Sentir essa sensação de vôo, de leveza e de felicidade extrema! Aliás, muitos visitantes descrevem exatamente assim a experiência de flutuar na nascente do Rio Sucuri em Bonito MS.

É bem possível que você não tenha se aprofundado sobre essas questões, embora a maior parte destes conceitos certamente já lhe pareça familiar.

E não é preciso se preocupar demais ao viajar para Bonito, principalmente porque em alguma das suas viagens anteriores você já deve ter atuado como turista responsável.

Porém é essencial entender também como minimizar seu impacto negativo e fazer parte deste sucesso que é Bonito MS e desfrutar de momentos felizes!

E não é difícil gerar esta felicidade ao conhecer essas nascentes de Bonito :

  • Rio Sucuri
  • Rio da Prata
  • Nascente Azul

Ou ao visitar as Cachoeiras do Parque das Cachoeiras, da Estância Mimosa ou do Rio do Peixe ou ainda ficar em puro êxtase em Grutas como a Gruta do Lago Azul e o Abismo Anhumas.

2. Responsabilidade na oferta dos serviços turísticos

Turismo Sustentável

O turismo em Bonito busca minimizar os impactos negativos sobre os recursos naturais da cidade sem prejudicar a economia ou a sociedade.

Priorizar o desenvolvimento sustentável, respeitando a cultura das comunidades locais e as leis ambientais, tem sido uma das estratégias adotadas pelas cidades da região da Serra da Bodoquena.

Em Bonito, a prefeitura consegue acompanhar em tempo real a quantidade de pessoas nos passeios através do Voucher Único.

O sistema, que é pioneiro no Brasil, cumprimento às leis ambientais e evita a evasão fiscal.

Com relação aos prestadores de serviços turísticos como a agência Acqua Studio de Viagens, todos atuam dentro das normas e com responsabilidade na oferta dos serviços turísticos!

E agora que você sabe de tudo disso, que tal nos ajudar a replicar esse conhecimento?

Estamos de acordo que tanto o turista como o hotel ou a prefeitura e sociedades organizadas assim como as agências podem realizar práticas de turismo responsáveis?

A Acqua Studio de Viagens faz sua parte sugerindo passos com os quais não temos dúvidas você será um turista responsável, além de ajudar a fazer outros turistas felizes a cada passeio que conhecerem em Bonito!

>>> LEIA MAIS: O QUE FAZER EM BONITO?

3. Como ser um turista responsável e feliz em Bonito MS?

Gruta do Lago Azul - Bonito - Acqua Viagens

3.1 Comece com você mesmo!

Sim. Ser um turista responsável e feliz em Bonito implica ter a sua viagem bem organizada, planejada com bastante antecedência e com tudo o que necessita para evitar “impactos negativos”.

Se você reservar seu transporte e sua hospedagem, ou até mesmo os passeios de Bonito com antecedência, pode obter vantagens para as datas que estava pensando como por exemplo conseguir vagas nos melhores e mais famosos atrativos turísticos de Bonito!

Outra forma de ser responsável por si mesmo é fazer um seguro de viagem que cubra certas despesas em caso de problemas ou imprevistos relacionados que afetem sua viagem (saúde, cancelamento, perda de bagagem...)

3.2. Escolha o seu transporte em Bonito com sabedoria

Escolha os meios para chegar a Bonito e também aqueles que utilizará para se deslocar durante a sua estadia para os passeios de Bonito!

Opte por transportes eficientes que economizam energia ou com baixas ou nenhuma emissão de poluentes, tente usar o transporte compartilhado que além de menos poluente, também é uma opção econômica.

Quando possível, tente locomover-se de bicicleta ou a pé, lembre que tem passeios em Bonito que estão entre 4 e 8 km do centro e outros até 10 vezes mais distantes! 

3.3.  Fique em hospedagens sustentáveis!

São estabelecimentos responsáveis pelo meio ambiente em função da localização, dos materiais com que são construídos ou do tipo e utilização de energia.

Ficar em uma hospedagem rural, em uma pequena pousada , reservar um hotel que reduza o consumo de água ou ficar em um camping são formas de contribuir para um turismo responsável em Bonito MS!

3.4. Use dispositivos eletrônicos!

São uma forma de reduzir o consumo de papel e evitar a geração de resíduos em excesso aqui em Bonito.

Procure sempre ter reservas, ingressos, mapas, guias ou faturas em formato digital no seu smartphone ou tablet.

A Acqua Studio de Viagem em Bonito pode emitir voucher digitais para seus passeios em Bonito!

3.5. Não desperdice energia em Bonito e em nenhum lugar!

Quando ficamos em um hotel ou alugamos um apartamento em Bonito tendemos a esquecer o custo da água ou luz com a desculpa de que já pagamos por tudo!

Quem nunca deixou o cartão na sala e o ar condicionado funcionando há horas?

Além das contas astronômicas, com esse desperdício de energia estamos prejudicando o nosso planeta.

3.6. Respeite a natureza de Bonito!

Biopark - Bonito - Acqua Viagens

Não degrade o ecossistema e os espaços naturais, ultrapassando áreas limitadas ou jogando lixo no chão.

Não maltratar os animais e plantas é um item básico, mas você se surpreenderia com a quantidade de pessoas coleciona plantas, conchas ou pedras para levar para casa como lembrança.

Evite também comprar objetos feitos com materiais obtidos por métodos como a caça ilegal.

Se quiser visitar um zoológico, procure centros que resgatam animais e promovem processos de reintegração na natureza, como o Biopark ou o Aquário Natural.

Na hora de comer, leve em consideração os períodos de piracema ou de proteção a peixes e animais selvagens, pois sempre há lugares que não os respeitam para lucrar.

3.7. Contribua para a economia local

Consuma preferencialmente produtos e serviços da região de Bonito e do Pantanal para estimular a economia regional e envolver pessoas e empresas de Bonito

Coma em restaurantes que ofereçam comidas típicas feitas com produtos locais como o Restaurante Casa do João, que usa a Guavira como ingrediente de várias sobremesas.

Compre um souvenir artesanal, informe-se sobre as festas e tradições da cidade ou se hospede em estabelecimentos que sejam administrados por pessoas de Bonito como Hotel Paraíso das Águas, por exemplo.

3.8. Seja atencioso com a população local de Bonito!

Que viajar envolve interagir com as pessoas do lugar que você visita, não é novidade.

Mas para isso é necessário conhecer, compreender e tentar se adaptar de verdade aos hábitos, normas e costumes do destino.

Estando no Mato Grosso do Sul, aproveite para provar o tereré no verão ou um chimarrão no inverno - as bebidas tradicionais e oriundas dos colonizadores sulistas e paraguaios.

3.9. Minimize a sua geração de resíduos em Bonito!

É verdade que quando viajamos temos dificuldade em transportar itens de que nós podemos dispensar.

Para não gerar resíduos em excesso em Bonito, é bom que no nosso dia a dia, utilizemos sacos ou garrafas reutilizáveis e evitemos pratos e talheres de plástico.

Além disso, observe como o lixo é reciclado em Bonito e em seu hotel ou pousada para que cada resíduo fique no recipiente adequado.

Agora sim, seu trabalho será somente flutuar em êxtase nos passeios de Bonito sabendo que está colaborando com um turismo feliz!

Indique para um amigo:


WhatsApp Image 2021 11 08 At 15.28.44

Autor: Luciana Garcia

Este conteúdo Turismo de Bonito e como preservar ainda mais!? Deixe sua avaliação abaixo:

Preencha o campo Nome corretamente.
Preencha o campo Email corretamente.

Outras dicas relacionadas de Bonito MS

O que fazer no Pantanal em 1 dia

O que fazer no Pantanal em 1 dia

Por ser a região de maior área úmida tropical de todo o planeta, o [...]

Leia mais...
O que fazer no Pantanal em 2 dias

O que fazer no Pantanal em 2 dias

Apesar de muitos considerarem o Pantanal como um paraíso inteiramente brasileiro, o bioma estende-se [...]

Leia mais...
Qual a melhor cidade para conhecer o Pantanal?

Qual a melhor cidade para conhecer o Pantanal?

O Pantanal MS é o destino certo para agradar todo brasileiro, já que tem [...]

Leia mais...
Bioparque Pantanal

Bioparque Pantanal

O Pantanal sempre foi um destino de viagem riquíssimo para quem busca cultura e [...]

Leia mais...

Acesse o Webstory: Turismo de Bonito e como preservar ainda mais!

Preencha e receba em seu email o descritivo de todos os passeios de Bonito

Procurando informações sobre Bonito MS?

Podemos enviar gratuitamente para você um e-book exclusivo com dicas, passeios e valores! É só deixar seus dados aqui 👇

Usamos Cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site.
Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele.

Leia mais